A importância da integração entre as pessoas na Empresa

Magda Vilas-Boas – consultoria@magdavilasboas.com.br

Desde os anos de 1950, que se vem refletindo sobre a integração de equipes e a convivência nelas. Ficou claro que a integração da equipe e das equipes em uma Empresa leva à maior produtividade, a melhores focos e realizações eficientes. Por isso foram feitas muitas experiências e criadas inúmeras formas de integrar as equipes, entre elas a criação das dinâmicas de grupo, palavra criada pelo psicólogo alemão, chamado Kert Lewin, demonstrando que essas dinâmicas levam o profissional a ser mais criativo e impulsionado à avançar no desenvolvimento pessoal e profissional.

Atualmente, mais que nunca, é evidenciado o profissional que, além de saber trabalhar em equipe, deve estar integrado a ela, buscando fazer diferença no trato com as pessoas, na interdependência entre inovações e busca de soluções grupais para as diferentes situações empresariais, desde a qualidade de atendimento, como realizações práticas de oferta de produtos e serviços. Há, ainda agregado o valor, em termos de solidariedade, vivência de Valores Humanos fundamentais na relação com as pessoas dentro e fora da Empresa.

Para que se possa vivenciar valores, há a necessidade de usar uma comunicação esmerada e relacionamento harmonioso, onde o diálogo seja o elemento aglutinador, quando com transparência, que produz clima de parceria e de confiança.

Muitos comportamentos devem ser desenvolvido nas pessoas, para que essas dêem um novo olhar para as relações dentro da empresa. O profissional que sabe colaborar, mesmo quando não pedem, mas quando ele percebe que há essa necessidade, porque sabe que faz parte de um todo e está interdependente dele, promove sua equipe. Quando participa de planejamentos, de eventos, de reuniões em que há tomada de decisões, com certeza esse profissional sente que há uma partilha democrática de direitos e deveres, de responsabilidades, de autoridade e assim, com mais motivação e sabendo porque, torna-se aderente ao processo empresarial.

Fica bem claro que as pessoas precisam de outras para desempenhar bem seu papel, e comungar com objetivos, projetos e decisões, faz com que o trabalho tome uma nova postura de desafios e objetivos. Assim, torna-se mais fácil resolver conflitos, motivar equipes, deliberar ações e renovar forças.