Relacionamento, estar junto, conviver. Convivência significa viver com as pessoas, uns com os outros. Dentro de uma visão social, esta convivência está sustentada numa relação social com códigos de valores. Na perspectiva humana e religiosa, deixa de ser apenas obedecer a regras. A trajetória de vida de cada ser humano se torna uma obra, de forma a contribuir para tornar sua vida plena e a dos outros também, desenvolvendo a justiça e a solidariedade. É fundamental implantar sempre um mundo de convivência bem definido que possa superar o modelo educacional vigente, tornando os profissionais da Educação e os pais em agentes de libertação. É na família que inicia o processo de socialização e onde se aprende os hábitos iniciais de convivência, a partir da afetividade. Daí a importância de união de família e escola no afã de desenvolver esta pedagogia.


É uma convocação ao diálogo, à criticidade e à intervenção no âmbito em que se vive. Sabemos que é possível e fundamentalmente necessário educar para a convivência. Todos somos herdeiros e temos o direito de viver e conviver com respeito mútuo, ternura, diálogo, solidariedade, perdão e esperança.


Temos um sonho, um desejo de fazer melhorar as relações em todas as suas formas, para isso criamos um projeto:

Projeto: Pedagogia da Convivência

  • 1.000 GRUPOS DE CONVIVÊNCIA;
  • 1 LIVRO
  • 300 PALESTRAS GRATUITAS PARA FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES.

Então queremos sua contribuição no sentido de indicar a palestra para quaisquer instituições, grupos, comunidades, empresas, escolas.


Entre em contato conosco. Teremos a maior alegria em atendê-lo (a).