Relacionamento, estar junto, conviver. Convivência significa viver com as pessoas, uns com os outros. Dentro de uma visão social, esta convivência está sustentada numa relação social com códigos de valores. Na perspectiva religiosa, deixa de ser apenas obedecer a regras. A trajetória de vida de cada ser humano se torna uma obra, de forma a contribuir para tornar sua vida plena e a dos outros, desenvolvendo a justiça e a solidariedade. É fundamental implantar sempre um mundo de convivência bem definido que possa superar o modelo educacional vigente, tornando os profissionais da Educação e os pais em agentes de libertação. É na família que inicia o processo de socialização e onde se aprende os hábitos iniciais de convivência, a afetividade. Daí a importância de união de família e escola no afã de desenvolver esta pedagogia.

É uma convocação ao diálogo, à criticidade e à intervenção no âmbito em que vive. Sabemos que é possível e fundamentalmente necessário educar para a convivência. Todos somos herdeiros e temos o direito de viver e conviver com respeito mútuo, ternura, diálogo, solidariedade, perdão e esperança.

É fundamental buscar possibilidades de viabilização de consciência crítica e de mudança de comportamento, por meio da inter e transdisciplinaridade. O projeto está disponível para escolas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio e nos três níveis de uma só vez, pois será desenvolvido com toda a comunidade educacional, abrangendo cada vez mais pessoas e instituições, pois este atingirá alunos, professores, pais, funcionários da Escola, de outras escolas, familiares, pessoas do bairro, da cidade, do estado, do país. As interações serão as mais diversificadas e profundas possíveis. Contribui para a formação de pessoas íntegras, livres de medos e de preconceitos, oportunizando assim, a síntese cultural e valorativa de um país.

Por ocasião do lançamento do livro: “Aprender a Cuidar na Convivência”, mostramos, por meio de entrevista televisiva, no programa: “Livros em Revista” na TV UOL, com a maestria do entrevistador Ralph Lauren, mostramos mais alguns nuances do conteúdo do citado livro.