Primeira coisa é combinar com os filhos o que pode ser feito em casa e o que não pode. A partir daí ter comportamentos firmes em não permitir que sejam desobedecidas as normas combinadas. Outra coisa importante é não dizer não sempre e quando disser, explicar o porquê do não. Conviver, brincar, ter momentos de ternura, de carinho e ao mesmo tempo ter atitudes e exemplos firmes, torna a convivência harmoniosa e equilibrada.